“Mutirão em Novo Sol” é publicada pela primeira vez

Peça histórica de Nelson Xavier sobre conflito no campo, escrita no Teatro de Arena, influenciou cinema novo e teatro político antes do golpe de 1964


Peça histórica de Nelson Xavier sobre conflito no campo, escrita no Teatro de Arena, influenciou cinema novo e teatro político antes do golpe de 1964

do Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade da USP

Mutirão em Novo Sol - Cartaz de divulgação (JPEG) FINALNo dia 1º de dezembro, terça-feira, às 19 horas, o Governo do Estado de São Paulo, a Secretaria de Cultura e o Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade (LITS) da USP lançam, no Estúdio da Companhia do Latão, o livro Mutirão em Novo Sol, de Nelson Xavier, com coautoria de Augusto Boal e colaboradores. A edição crítica, publicada pela editora Expressão Popular, é a primeira de uma série intitulada Cadernos de Teatro e Sociedade. O evento contará com a presença do autor e de outros integrantes da montagem original.

O livro foi realizado coletivamente pelos integrantes do Laboratório da USP, com coordenação editorial de Sérgio de Carvalho. A capa da edição atual foi feita pela premiada capista Moema Cavalcanti, que participou como atriz da montagem de 1962 em Recife, junto ao Movimento de Cultura Popular (MCP).

Escrita em 1961 a partir do caso real de uma revolta de lavradores ocorrida anos antes em Santa Fé do Sul, interior de São Paulo, Mutirão em Novo Sol é um dos textos mais importantes do teatro brasileiro moderno e pouco conhecido. A peça inaugurou uma sequência de espetáculos de temática camponesa produzidos antes do golpe de 1964, influenciando o cinema novo do período, e teve suas encenações marcadas pela sofisticação e experimentalismos inéditos no teatro épico brasileiro.

SERVIÇO

Lançamento do livro Mutirão em Novo Sol
Data: 1º de dezembro de 2015
Horário: 19 horas
Local: Estúdio da Companhia do Latão
              Rua Harmonia, 931 – Sumarezinho, São Paulo

Mutirão em Novo Sol - Régua de logotipos

Autor: Paulo Fávari

Paulo Fávari é mestrando em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes da USP com o tema O trabalho experimental de Chico de Assis nos anos 1960: direção, dramaturgia e pedagogia, sob orientação do professor Sérgio de Carvalho. É também pesquisador do Laboratório de Investigação em Teatro e Sociedade (LITS). Graduado em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da USP.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s